O amadurecimento dos relacionamentos

Esse post é super inspirado na Thais Godinho, blogueira maravilhosa que sigo há mto tempo e fez um post bem legal falando sobre relacionamentos organizados  ~se vc tiver um tempinho, leia~ Achei tão bacana, que quero compartilhar pelo menos um trechinho, já que estamos há uma semana do dia dos namorados e principalmente pq esse blog se trata das minhas memórias – sim, escrevo especialmente para um dia lembrar (vai que eu tenha alzheimer hahaha, que horror)

sunset-538286_1280

“Ter um relacionamento organizado não é ter um relacionamento previsível. A melhor coisa que existe são as bagunças bem-vindas, as surpresas, a espontaneidade das relações. Me refiro ao propósito. Sobre cada um estar inteiro e enxergar naquela outra pessoa um outro ser inteiro também. E, com base nisso, em respeito, atração, amizade, carinho, admiração, e outros sentimentos bons, estabelecerem um relacionamento.”

Esse texto me fez refletir sobre algumas coisas que tenho aprendido. Sou casada há 8 anos + 4 de namoro, ou seja, tem uma longa caminhada aí. Às vezes me sinto velha demais pra ser jovem, e jovem demais pra ser velha. E sim, nesse tempo passamos por mtos altos e baixos, mas meu maior aprendizado com isso td, é que faz parte do processo. Acredito que todo relacionamento tenha duas possibilidades quando chega numa “crise”: cada um pro seu canto ~ e nesse caso vc corre o risco de passar essa mesmo situação num relacionamento futuro ~ ou  crescimento dos dois.

Estou muuuuuito longe de entender bem sobre o assunto, mas homens e mulheres funcionam de forma diferente, isso é fato. Não adianta esperar que o homem perceba as coisas, não, eles não nasceram com essa habilidade. E sinceramente nem nós né? Então nada como falar, mesmo que na sua cabeça parece coisa boba ou pequena 😉

A Cátia Damasceno, outra maravilhosa que eu sigo e super indico, fala que embora as pessoas achem que se relacionar é intuitivo, tá mto longe de ser. Precisa investir tempo, precisa estudar, precisa dedicação, e que não é o amor que sustenta o relacionamento, mas a forma de se relacionar que sustenta o amor. Ela sempre fala “alguém precisa fazer alguma coisa” e não necessariamente a mulher, mas no caso somos sim mais criativas que os homens no geral.

Então faltando uma semana, eu só diria uma coisa: não se preocupe em comprar o presente para seu amor, mas tire tempo para fazer um café da manhã especial, uma jantinha, um passeio gostoso a dois. Tire esse tempo, invista no seu relacionamento, e acima de tudo, cultive não apenas uma data, mas faça mais momentos especiais.

A vida nos dá inúmeras oportunidades de crescimento e aprendizado, mas a gente precisa estar aberto pra receber 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s